quinta-feira, 7 de fevereiro de 2008

Segurança no Automóvel


Desde que nasce, até que alcance a altura e o peso necessários para viajar como um adulto, a criança passa por diferentes etapas e em cada uma delas, deverá ir sempre num dispositivo de segurança apropriado para ela. Os sistemas de Segurança Infantil (S.S.I.), classificam-se em cinco grupos, de acordo com o peso da criança:

Grupo 0 : crianças de 0 a 10 Kg (indicado até 9 meses)

Grupo 0+: crianças de 0 a 13 Kg (indicado até 18 meses)

Grupo 1 : crianças de 9 a 18 Kg (indicado dos 9 meses aos 3 anos)

Grupo 2 : crianças de 15 a 25 Kg (indicado dos 3 a 6 anos)

Grupo 3 : crianças de 22 a 36 Kg (indicado dos 6 a 12 anos)

Viajar com crianças
Se viajamos com crianças, temos de tomar o máximo de precauções, renunciar a alguns dos nossos costumes e evitar alguns comportamentos menos seguros:

  • Ao escolher um sistema de segurança para o automóvel, a primeira coisa a tomar em atenção, é que esteja homologado e que seja apropriado para o peso da criança. Devemos utilizá-lo, desde o primeiro momento, seguindo sempre as instruções do fabricante.
  • É muito importante assegurar-se que as cadeiras estejam muito bem fixas ao automóvel, inclusive quando a criança não esteja a viajar nelas.
  • As crianças, nunca devem viajar nos braços dos adultos, nem à frente nem atrás, mesmo que o trajecto seja muito curto.
  • Durante o percurso, deve procurar a que o automóvel esteja completamente ventilado e não deve fumar.
  • O automóvel deverá estar dotado de fechos de segurança, para impedir a abertura das portas desde o interior, durante o trajecto e, devemos assegurar-nos que estejam accionados.
  • Devemos ter sempre muito cuidado com o calor excessivo, sobretudo no caso de estarmos acompanhados com recém-nascidos ou crianças muito pequenas. Se a temperatura for muito elevada, deverá baixar um pouco as janelas para diminuir o calor no interior do automóvel.
  • As crianças pequenas, sofrem muito com o calor e desidratam-se com facilidade, por isso, é conveniente dar-lhes de beber com muita frequência.
  • Durante os trajectos muito longos, é preferível viajar durante a tarde ou pela noite e, aconselha-se a parar cerca de 10 minutos em cada duas horas.
  • Deverá organizar bem a viagem, não esquecendo de preparar a comida do bebé, antes de sair de casa. Poderá conservá-la numa termos, mesmo que tenhamos a possibilidade de aquecê-la numa área de serviço. Durante a viagem, também pode conservar a agua numa garrafa termos e assim, preparar o biberão no momento da toma. Para as crianças mais crescidas, uma breve paragem para um picnic com umas sanduíches, é sempre um momento bem vindo e de grande prazer, que ajuda a cortar a monotonia da viagem.
  • O aborrecimento, é o companheiro mais temido das viagens longas, especialmente para as crianças mais irrequietas. Temos que inventar jogos, diversões e entretê-los com contos e canções, para que a viagem não seja tão difícil para eles.
  • Nunca se deve deixar uma criança, sozinha dentro do carro.
  • Seguindo estas pequenas e simples recomendações, não há nada a temer, ainda que tenhamos muitos quilómetros pela frente.

Um comentário:

antoniop disse...

nem fales....tenho que comprar outra. Aqui já se pesa mais de 15kl...
Mas nunca nem mesmo quando dizem "é só ali..." ele anda de carro sem cadeirinha.

beijinho